MESTRADO EM SEGURANÇA, DEFESA E RESOLUÇÃO DE CONFLITOS

Instituto Superior de Ciências da Informação e da Administração (ISCIA)

  • N.º do Processo: ACEF/1516/25202
  • Decisão: Acreditado pelo período de 3 anos
  • Data da Publicação: 10/04/2018

Introdução

O mestrado em Segurança, Defesa e Resolução de Conflitos constitui-se como um ciclo de estudos marcadamente transdisciplinar, tipicidade exigida pela natureza holística da Segurança que, por isso mesmo, merece objetivação e reflexão sobre os seus entendimentos, exige escrutínio dos contextos e ações para a sua obtenção – a Defesa -, obriga, entre outros, ao estudo da dinâmica da conflitualidade, por sua vez, ponte para o conhecimento de domínio estratégico, obrigatoriedades que facilitam aos estudantes uma compreensão mais informada do Mundo em que nos inserimos, às suas diferentes escalas.

Saídas Profissionais

  •  Gestão de Empresas e Serviços Públicos e Privados de Segurança;
  • Organismos Nacionais e Transnacionais de Segurança;
  • Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil;
  • Organizações Não Governamentais (ONG);
  • Pesquisa e Investigação de natureza geral e aplicada nos domínios da Geopolítica, da Estratégia, das Relações Internacionais e da Polemologia em organismos públicos e privados (ex.: centros/observatórios de investigação);
  • Desempenho de funções que exijam aprendizagem e atualização de conhecimentos ao longo da vida nas áreas científicas do ciclo de estudos.

Competências

A frequência e aprovação neste ciclo de estudos significam, deste ponto de vista, os desenvolvimentos de saberes/capacidades que situacionalmente tendem a traduzir-se nas seguintes competências:

  • Conhecimento específico e sua integração;
  • Comunicação escrita e oral;
  • Raciocínios crítico e analítico;
  • Resolução de problemas complexos;
  • Abertura à multiculturalidade;
  • Valorização pessoal;
  • Autonomia;
  • Execução;
  • Pesquisa e investigação.

Condições de acesso e Ingresso

No curso de Mestrado em Segurança, Defesa e Resolução de Conflitos, como curso de mestrado lacto sensu, são admitidos como candidatos à inscrição os titulares de um grau de Licenciatura, Bacharelado ou equivalente legal.

Critérios de seleção e seriação

A seleção e seriação dos candidatos no Brasil serão realizadas por um júri nomeado pelo Conselho Técnico-científico do Instituto Superior de Ciências da Informação e da Administração e do Instituto Lusófono de Educação Superior, com base na análise curricular. Os critérios de seleção serão os seguintes:

  • Domínio e classificação da Licenciatura ou Bacharelado;
  • Experiência profissional;
  • Participação em projetos;
  • Apresentação de comunicações.

Documentação necessária para a candidatura

No ato da candidatura, o candidato deverá apresentar:

  • Fotocópia autenticada do Diploma e Histórico da Graduação;
  • Currículo Vitae acadêmico, científico e técnico (preferência: Currículo Lattes);
  • Fotocópias da Carteira de Identidade (RG) e do Cartão de Contribuinte (CPF);
  • Boletim de candidatura devidamente preenchido (facultado na secretaria do ILUSES).

Documentação necessária para a matrícula

  • 2 Fotografias tipo 3×4;
  • Fotocópia autenticada e apostilada do Diploma e Histórico da Graduação;
  • Fotocópia do Passaporte;
  • Boletim de matrícula devidamente preenchido (facultado na secretaria do ILUSES).

Organização e funcionamento

  • Duração: 30 meses
  • Grau: Mestrado
  • Coordenação: Professora Doutor Carlos Manuel Mendes Dias

Na primeira etapa, o futuro Mestre inicia o curso de especialização, com rigor e padrões científicos, sob a coordenação pedagógica do ISCIA, da qual participam renomados professores Doutores do Brasil. Em conformidade com o Decreto Lei português nº 63/2016, de 13 de setembro o titulares de um curso de especialização na mesma área de formação do mestrado, poderão ser-lhes registrados até 50% dos créditos ECTS relativos às unidades curriculares dos dois primeiro semestre do plano de estudos do respectivo curso de mestrado do ISCIA.

Na Segunda etapa, o mestrando participará de seminários temáticos e pedagógicos com professores pesquisadores doutores do ISCIA – Aveiro/Portugal que promovem os seminários e orientam o acadêmico na elaboração do projeto de pesquisa para que, na etapa seguinte, possa desenvolver sua dissertação e defendê-la em Aveiro – Portugal. Após conclusão das duas (2) etapas o aluno desenvolve sua dissertação de mestrado orientado por um professor doutor do ISCIA e no final poderá defender perante um júri público em Aveiro – Portugal.

Estrutura do programa

120 ECTS (European Credits Transfer System)

1º ANO - Disciplinas - 30 ECTS - (ESPECIALIZAÇÃO)

  • Geopolítica;
  • História e Teoria das Relações Internacionais;
  • Dinâmicas da Conflitualidade Internacional;
  • Métodos e Técnicas de Investigação em Segurança e Defesa I;
  • Segurança, Defesa e Cooperação Internacional;
  • Métodos e Técnicas de Investigação em Segurança e Defesa II;
  • Prevenção e Resolução de Conflitos;
  • Estratégia em Segurança e Defesa;
  • Informações e Contra Terrorismo;
  • Seminário de Qualificação de Projeto.

1º ANO - Disciplinas - 30 ECTS - (MESTRADO)

  • Sistemas Tecnológicos de Segurança;
  • Justiça e Segurança humana;
  • Operações de Paz e Reconstrução pós-conflito;
  • Crises, Emergência e Gestão de Incidentes;
  • Geopolítica Aplicada;
  • Seminários temáticos.

2º ANO - Dissertação - 30 ECTS

  • Redação da Dissertação – Fase I;
  • Redação da Dissertação – Fase II.

Da defesa

A Defesa da dissertação junto ao júri – realizar-se-á sempre em Aveiro – Portugal, nas instalações do Instituto Superior de Ciências da Informação e da Administração – ISCIA.

Reconhecimento de diplomas

O Instituto Superior de Ciências da Informação e da Administração expedirá o diploma de Mestre (carta magistral) ao acadêmico, após conclusão com êxito nas atividades, cumprimento das exigências previstas em contrato e após defesa da dissertação perante a Banca Examinadora em Aveiro/Portugal. Em seguida, de acordo com orientações do MEC, o aluno deverá entrar no portal: www.carolinabori.mec.gov.br e solicitar o seu pedido de reconhecimento em uma das instituições pública credenciadas no portal ou caso prefira poderá obter orientação do setor jurídico do ILUSES que poderá orientar no processo online, protocolando o pedido em uma Universidade pública do Brasil através da plataforma digital.

Mais de 23 anos de Existência

O Instituto Superior de Ciências da Informação e da Administração (ISCIA), constituído em 1989, é um estabelecimento de ensino superior do subsistema politécnico e do subsistema privado, não integrado.

ISCIA foi reconhecido através da Portaria 931/90, de 02 de outubro, regendo-se pelos seus Estatutos, pela Constituição da República Portuguesa, pela Lei de Bases do Sistema Educativo, pelo Estatuto do Ensino Superior Particular e Cooperativo e demais legislação aplicável.

Com uma vasta oferta formativa e curricular, adequada às necessidades empresariais e institucionais, o ISCIA constitui uma opção válida, autêntica e genuína, para todos os que procuram obter e aprofundar conhecimentos teórico-práticos consistentes.